domingo, 28 de dezembro de 2008

metalero rockero maloquero

metalero rockero maloquero má influencia libertario cabeludo barbudo subversivo comunista sofre?

sofre sim


Minha cabeça doi
Não consigo entender
A minha dúvida agora é bem maior
Não nasci para sofrer
Sinto só gosto sangue
E vontade de fugir
Violência pura agora é quase um prazer
Não confio em mais ninguém
A vida me escolheu
Não bebo pra esquecer
Assim me sinto bem!
O que fazer
Pra conseguir
Uma razão pra mudar
Sem perdoar
Sem discutir
Nunca vou dar meu braço a torcer
Vivendo nas rodas
A fome me persegue
Pra mim dá tudo errado
Não sei se tenho família ou não
Não penso no futuro
Só tenho incertezas
O que resta da minha vida
É só desilusão
Não quero sua ajuda
Por favor...
Agressão
Compaixão
Vem me confudir
Emoção
Distorção
Paro para pensar
Sentimento
Um momento
De reflexão
Sem amor
Sem pudor
Não quero nem saber
Fecho os olhos para o mundo
Que um dia me esqueceu
Minha vida nunca teve algum valor
Vou morrer sem desistir




Porque será que o homem quando foge de si mesmo
Se afoga na bebida e se droga sem parar
Será que a vida imposta é perder um vale tudo
Viver sempre chapado é melhor do que lutar

Beber até morrer essa é a solução
O tédio lhe domina a vida não dá tesão
Mas outro porre desse você nunca vai esquecer
Que o fígado é só seu e de mais ninguém

Baratas nas paredes, aranhas pelo chão
Cobras na sua cama e ratos no porão
Problemas na cabeça não dá quase pra pensar
Enfie o dedo na goela e tente vomitar

Beber até morrer essa é a solução
O tédio lhe domina a vida não dá tesão
Mas outro porre desse você nunca vai esquecer
Que o fígado é só seu e de mais ninguém

Sua noite terminou de cara numa privada
Os problemas voltarão junto com uma puta ressaca
Por que você não bebe apenas pra se divertir?
Lute com a cara limpa, você não vai desistir


sofre sim, mas não só por causa do capitalismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário