sábado, 13 de fevereiro de 2010

De quem, para quem e porque

Sempre quando vou ler algo analiso, quem (por quem) escreve, para qual público escreve, porque escreve. Isso quem "decide" é o leitor e sua leitura. O para e porque ficam por vocês, mas tentarei descrever quem sou.

Qual é o lance de escrever em um blog? Talvez para falar algo de interesse para alguém, mesmo que esse alguém seja eu. Espero atingir mais gente, então, acho que é necessário fazer algumas ponderações que espero que leiam pra melhor entendimento...

Sou um desses que sempre quis ser do contra (para isso se assemelhando com tantos iguais). Punk, Metaleiro ou qualquer outra tribo de contestação. "Sou a favor do contrário de tudo que está ai"...

Então nos estudos mais adiantados (psicólogo recém-formado) me afiliei às tendências marxistas de esquerda e aqui é o máximo que vou em titulações. Digo isso para não ser indiciado de filiações partidárias, não as tenho. Voto Nulo, Voto Libertário. Não concordo com as ações de nenhum desses partidos de nossa pequena política cotidiana.

Farei desse blog um local de ampla divulgação de material de esquerda. O entendimento e discernimento da leitura cabem à vocês leitores, se a fonte é de algum partido, estou divulgando o fato, não a propaganda...

Desconfio das mídias, mas não das pessoas... Não dialogo com entidades, dialogo com pessoas.

E antes que me venham com o famoso discurso, de "riquinho marxista", o comunismo não quer a pobreza no mundo, não é preciso ser pobre para ser socialista. O nosso caminhar é para que todos possam ter acesso pleno às conquistas humanas, não eliminá-las, não farei isso em um blog, mas espero incitar a discussão.

O resto vai ser construído no diálogo do blog...

3 comentários:

  1. Muito bom, Kpta! Já estou seguindo o blog... Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Aí Kpta! Gostei disso...Mto interessante!

    ResponderExcluir
  3. Gostei. Concordo (com muita coisa...).

    ResponderExcluir