sábado, 20 de fevereiro de 2010

Maravilhas do Mato - Cuesta de Botucatu

Não vou ser ecochato e ficar aqui pregando sobre aquecimento global e poluição da água. Temos sim que cuidar de nossas reservas naturais, mas esse papo de uns tempos pra cá ficou muito tenso, e pelo que lemos, (lemos?), vemos a culpa é sempre nossa. Banho mais demorado, muitas descargas... Porra deixa eu tomar meu banho em paz. A preocupação hoje é tão grande, por um simples motivo estamos economizando água para que o rico hemisfério norte tenha o que beber amanhã, já que eles foderam com todo o estoque deles. Então não é pra exagerarmos ou gastarmos só de birra, mas não devemos cair numa paranóia, não devemos nos sentir culpado por escovar os dentes direito, porque isso é insignificante, quem estraga nossa água são as grandes indústrias, o agronegócio, a monocultura latifundiária... esses sim são os vilões da história, não aquele cocô que teve que dar duas descargas pra ir embora...


Temos que cuidar de nosso ambiente, não destruindo e não abusando. E o que quero mostrar aqui são as belezas de morar em uma região geograficamente favorável para a beleza! Botucatu além de estar situada em uma região de cuesta, está sobre o Aquífero Guarani, a maior reserva subterrânea de água potável. Por aqui existem rochas exclusivas, como o arenito basáltico, que por aqui só chama isso, mas no exterior chama arenito botucatu, entre outras peculiaridades...
A mistura de cuesta e água não poderia resultar em outra coisa que não cachoeiras, e em Botucatu e região isso é o que não falta!
Então essa postagem é uma homenagem à minha cidade natal, a querida Ybitu-Catu, a cidade dos bons ares.






E deixo aqui também dois vídeos editados por mim mesmo, com imagens e vídeos de passeios pela Indiana e Canelas!






Visitem Botucatu
Preservem a natureza ao seu redor!

Um comentário: