segunda-feira, 22 de março de 2010

Segredos do telejornalismo

Na última postagem falei, indiretamente, mal da mídia. Aliás, falei mal das 4 famílias que ditam (do "verbo" ditador) a comunicação e pensamento no Brasil. São elas: Marinho, Frias, Civita e Mesquita. Também não posso deixar de citar como grande formador de opinião, o Jornal do Brasil, diário carioca de circulação nacional.


Comecei escrevendo essa postagem para colocar um vídeo de Charlie Brooker da BBC e Rafinha Bastos sobre como fazer jornalismo. Iniciei falando sobre "as famílias", achei conveniente fazer uma pesquisa do que cada uma delas comanda, e acabei ficando impressionado com a quantia de atividades que realizam e como todas elas nos "sufocam" no nosso cotidiano. Tanto é que retirei daqui essas informações, pois elas merecem uma atenção especial em outra postagem.

Portanto vamos aos segredos do telejornalismo...

Charlie Brooke do canal britânico BBC, fez um vídeo explicando como se fazer uma notícia para os telejornais. Simples e diretivo, dois minutinhos, assim como qualquer reportagem de análise "aprofundade e imparcial" que assistimos todos os dias na Record, Band, Sbt, Mtv, Cultura... Mesmo porque ninguém assiste à Globo, né!?


Agora pra quem não for fluente no inglês, Rafinha Bastos, fez uma bela adaptação para nosso idioma e cotidiano, (sempre em parceria com o comicamente irritado Marcelo Mansfield) confira:


Depois continuo o assunto "famílias"

Nenhum comentário:

Postar um comentário