domingo, 11 de abril de 2010

PIG sentencia: O povo brasileiro fede. Mas não o cheiroso PSDB

A repórter da Folha mais parecia uma repórter fazendo uma matéria para o site do PSDB tamanha era a alegria em estar cobrindo o evento...

Tamanha a felicidade que se permitiu falar tudo o que sente de verdade, achou estranho uma convenção do PSDB estar tão cheia, afinal é uma legenda elitista, que disse que o PSDB parecia um partido de massas, como esses de povão. Mas não como qualquer povão, pois o PSDB é uma massa cheirosa...

É óbvio que é uma massa cheirosa, deixo aqui a explicação da obviedade:




Quando ontem entrei no metrô, um cheiro forte dilatou-me as narinas.
Procurei de onde provinha tamanho odor. Há um único assento vazio no vagão e ao lado do assento vazio está a fonte do odor.
Era um trabalhador negro, mais negro que a noite. Mas não pensem vocês que era apenas a negrura que a natureza lhe deu, não! O trabalho ao sol lhe agudizou a tez. Parecia ter uns 38 anos, mas deveria ter muito menos.
Entre o mau cheiro, que eu já me havia esquecido, uma pergunta me surgira: que culpa tem o peão, fudido, proleta, fedido, se ao patrão lhe parece que água e sabão amolecem o trabalho? - Via Um blog qualquer, de uma homem qualquer


A "repórter" também ficara toda feliz ao saber que Aécio estava lá e dava esperança aos tucanos...


Essa ridícula me fez lembrar uma cena...

2 comentários:

  1. Engraçado, o Cazuza achava exatamente o contrário...

    ResponderExcluir
  2. É aquela coisa. A burguesia fede, mas tem dinheiro pra comprar perfume. Se não francês, a cópia paraguaia do mesmo

    ResponderExcluir