22 de junho de 2010

Ópera do Malandro - I

Existem termos clássicos que são o máximo da tensão entre duas palavras. Indústria Cultural, Teoria Crítica, Servidão Voluntária e provavelmente tantos outros que trombamos no cotidiano e nem percebemos. E um deles é Ópera do Malandro.

Ópera é uma modalidade da música erudita. Algo como um teatro cantado, uma orquestra tocando e solistas com figurinos à risca encenam uma peça que não é falada, mas sim cantada. Malandro é a gíria do brasileiro genérico romantizado. Aquele carioca de chapéu panamá, camisa listrada de branco e vermelho, com sapatinhos bem engraxado, navalha no bolso que faz a vida por biscates, já trabalhar não é com ele.

Portanto Ópera e Malandro são dois termos que criam uma grande tensão quando colocados juntos. É possível uma ópera de um malandro? Aliás d'O Malandro brasileiro genérico?

Talvez os mais estudiosos da música diriam que isso é a Opereta, uma modalidade mais leve e humorada da Ópera. Não sei. E não é disso que quero palpitar! Mas é um bom assunto, pra outra hora!

A "Ópera do Malandro" que vou tratar aqui é do disco de Chico Buarque de 1979. Cheio de participações pra lá de especiais. Virou teatro e virou filme, mas em cada música, Chico dá um tapa na cara da nossa sociedade burguesa!

Toda a obra é inspirada em outras duas: The Beggar's Opera (Ópera dos Mendigos ou Ópera dos vagabundos) de 1728 composta por John Gay e Die Dreigroschenoper (A Ópera dos Três Vinténs) um teatro alemão de Bertold Brecht de 1928. Das quais nada conheço, então, nada tenho para palpitar...


A música que abre o disco "O Malandro" é uma adaptação da música Die Moritat vom Mackie Messer presente na peça do Brecht, aqui um vídeo dela sendo interpretada por Servio Tulio (voz) e Glauco Baptista (piano):


O malandro, interpretada por Chico Buarque e o grupo MPB4 é uma ótima aula de economia! Fica fácil de entender o que é inflação. E fica evidente a culpabilização sempre do mais fraco, o uso da superioridade econômica como justificativa de subjugar o outro.



O malandro/Na dureza/Senta à mesa/Do café/Bebe um gole/De cachaça/Acha graça/E dá no pé
O garçom/No prejuízo/Sem sorriso/Sem freguês/De passagem/Pela caixa/Dá uma baixa/No português
O galego/Acha estranho/Que o seu ganho/Tá um horror/Pega o lápis/Soma os canos/Passa os danos/Pro distribuidor
Mas o frete/Vê que ao todo/Há engodo/Nos papéis/E pra cima/Do alambique/Dá um trambique/De cem mil réis
O usineiro/Nessa luta/Grita(ponte que partiu)/Não é idiota/Trunca a nota/Lesa o Banco/Do Brasil
Nosso banco/Tá cotado/No mercado/Exterior/Então taxa/A cachaça/A um preço/Assutador
Mas os ianques/Com seus tanques/Têm bem mais o/Que fazer/E proíbem/Os soldados/Aliados/De beber
A cachaça/Tá parada/Rejeitada/No barril/O alambique/Tem chilique/Contra o Banco/Do Brasil
O usineiro/Faz barulho/Com orgulho/De produtor/Mas a sua/Raiva cega/Descarrega/No carregador
Este chega/Pro galego/Nega arrego/Cobra mais/A cachaça/Tá de graça/Mas o frete/Como é que faz?
O galego/Tá apertado/Pro seu lado/Não tá bom/Então deixa/Congelada/A mesada/Do garçom
O garçom vê/Um malandro/Sai gritando/Pega ladrão/E o malandro/Autuado/É julgado e condenado culpado/Pela situação

13 de junho de 2010

3 de junho de 2010

#DicaMusical - John Lennon e ativismo: God

#DicaMusical - John Lennon e ativismo: God

Não creio que tenha esgotado tudo que John Lennon passou em suas músicas, nem tenho essa intenção. Comecei essa série com "Imagine" dizendo que ela era uma música síntese das idéias de Lennon. E creio que "God" é a mensagem final. De um ativista, lutador, sonhador que está cansado, esgotado, descrendo de tudo aquilo que um dia lutou e acreditou. Descrendo de tudo aquilo que algum dia alguém lutou e acreditou. De quem está passando a bola para frente, foi exaurido mas quer que continuemos a luta.


A música é responsável por umas das frases mais simbólicas e conhecidas de John Lennon, "The dream is over" (O sonho acabou)". Mas além dela, encontramos muitas outras referências de sua vida e luta. A religião e sua relação difícil com ela como, por exemplo, o episódio de dizer que os Beatles eram mais conhecidos que Cristo, o que causou muita dor de cabeça durante até o fim de sua vida. A relação com a cultura hindu que teve muita força nas músicas dos Beatles, principalmente por George Harrison, a relação com seus ídolos, Elvis e Bob Dylan (retratado na música com seu nome de batismo Robert Allen Zimmerman). A música antes de encaminhar para o fim de uma grande "break", criando um grande suspense após Lennon cantar que não acredita nos Beatles, acredita apenas em si mesmo, e em Yoko.


John Lennon (em baixo) como A Morsa

O sonho acabado, além das crenças e lutar também, se remete ao fim dos Beatles, aquela banda fabulosa na qual tudo era considerado maravilhoso, como se fosse um sonho. O que pode ser confirmado quando Lennon canta que não é mais a morsa ("I am the walrus"), renasceu, agora é apenas John.




God is a concept, by which we measure our pain. - Deus é um conceito pelo qual medimos nossa dor.
I'll say it again. - Falarei de novo.
God is a concept, by which we measure our pain. - Deus é um conceito pelo qual medimos nossa dor.

I don't believe in... - Eu não acredito em...

Magic, I-Ching, Bible, Tarot, Hitler, Jesus, Kennedy,
Buddha, Mantra, Gita, Yoga, Kings (reis), Elvis, Zimmerman, Beatles

I just believe in me, Yoko and me and that's reality. - Apenas acredito em mim, Yoko e eu. Essa é a realidade
The dream is over, what can I say? The dream is over. - O sonho acabou, o que posso dizer? O sonho acabou

Yesterday I was the dreamweaver, but now I'm reborn. - Ontem eu era o tecedor de sonhos. Mas agora renasci.
I was the walrus, but now I'm John. - Eu era a morsa, mas agora sou John.
And so dear friends, you just have to carry on - Então, queridos amigos, vocês precisam continuar
The dream is over. - O sonho acabou.


Lembrando que para as postagens sobre John Lennon use o atalho: http://bit.ly/PalpLennon

#DicaMusical - John Lennon e ativismo: Working Class Hero

Essa aqui é pesada. John Lennon mostra de forma bastante deprimida o sofrimento da exploração da classe trabalhadora.


Qualquer coisa que eu escrever aqui vai ser só redundância da letra, então vamos à ela.

E para variar um pouco, vai antes do vídeo. Que essa é pra ler mesmo!

As soon as you're born they make you feel small - Logo que nasce, te fazem se sentir pequeno


By giving you no time instead of it all - Para não te dar tempo ao invés de tudo
Till the pain is so big you feel nothing at all - Até que a dor seja tão grande que você não sinta mais nada
A working class hero is something to be - Um herói da classe trabalhadora é alguém para ser

They hurt you at home and they hit you at school - Eles te machucam em casa e te batem na escola
They hate you if you're clever and they despise a fool - Te odeiam se é esperto e desprezam se é um idiota
Till you're so fucking crazy you can't follow their rules - Até você ficar tão maluco que não consegue seguir suas regras
A working class hero is something to be - Um herói da classe trabalhadora é alguém para ser

When they've tortured and scared you for twenty odd years - Te torturam e assustam por vinte malditos anos


Then they expect you to pick a career - E então esperam que você escolha uma carreira
When you can't really function you're so full of fear - Quando não consegue mais funcionar de tão amedrontado que está
A working class hero is something to be - Um herói da classe trabalhadora é alguém para ser

Keep you doped with religion and sex and TV - Mantendo você dopado com religião e TV


And you think you're so clever and classless and free - E você pensa que é esperto, livre de classes e livre
But you're still fucking peasants as far as I can see - Mas continua sendo apenas um plebeu fudido pelo que eu posso ver
A working class hero is something to be - Um herói da classe trabalhadora é alguém para ser

There's room at the top they are telling you still - Há um lugar no topo, eles continuam a te dizer


But first you must learn how to smile as you kill - Mas, primeiro, você precisa aprender a sorrir enquanto mata
If you want to be like the folks on the hill - Se quer ser como os que estão por cima
A working class hero is something to be - Um herói da classe trabalhadora é alguém para ser

If you want to be a hero well just follow me - Se quiser ser um herói, bem, apenas me siga.



Lembrando que para as postagens sobre John Lennon use o atalho: http://bit.ly/PalpLennon