segunda-feira, 14 de junho de 2010

A discriminação mais contundente é a velada

Preconceito é crime. Dá multa, cadeia e notícia no jornal. Mas só quando foi algo tão absurdo que todo mundo tem que dar o braço a torcer. E ainda pega bem para os jornais. Mas quando vemos isso acontecer? Basicamente no futebol quando um jogador na frente das câmeras e leituras labiais chamam alguém de "macaco filho da puta". Fora isso, não vemos nada sobre esse crime. Por quê? Porque nós o cometemos TODO dia, o dia TODO. E o pior, muitas vezes nem percebemos.

A imagem do negro como inferior é tão cristalizada que não nos revoltamos em muitas situações, mas o medo de ser pego como preconceituoso é muito grande, então sempre tomamos cuidado em chamar alguém de preto. Só nos permitimos nas piadas, porque, afinal de contas, é só piada, né? Ninguém ali no meio é realmente preconceituoso. Todos, até, sempre tem um amigo negro, um funcionário negro. Mas é bastante difícil ver alguém ter um cunhado negro ou ainda, um chefe negro. Mas racismo por aqui, não... Jamais!

E só posso ter a certeza das boas intenções quando por acaso lendo o twitter de uma amiga que diz que foi comprar meia calça, mas como estava muito branquela teve que comprar "natural claro".

Opa! Peraí! Existe, então, uma cor natural!? Jurava que todas as cores eram naturais. Bom talvez a do Michael Jackson não fosse e também desconfiaria de algumas pessoas que exageram no bronzeamento artificial, mas podia jurar que nascendo branco, moreno, negro, pardo eu seria uma branco, moreno, negro, pardo natural.

Mas não é assim! Pelo menos não de acordo com a indústria da moda. Você tem um tom de pele natural se é branco. E não muito branco, nem moreninho. Branco e ponto final. Mas se for muito claro você será um natural claro, caso contrário deixa de ser natural. Se torna um tabaco, champagne, pó de arroz (que pelo menos no futebol é negro disfarçado de branco), ou preto. Mas natural só se for dessa corzinha européia central rosa e fofa.

Se isso não é preconceito. Não sei o que é.

Veja ou compre, aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário