quarta-feira, 7 de julho de 2010

Pois o futuro vos pertence! (Garotos Podres)

Em um show do Garotos Podres entendi a história da música "Aos Fuzilados da CSN". Já dava para entender o que tinha acontecido, mas, como faz no início da maioria das músicas, Mao (vocalista da banda) explicou que essa música era em homenagem a 3 operários mortos pelo exército brasileiro. Não lembrava a história direito e achei uma fonte aqui:

Em 1988, os operários da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda (que naquela época ainda não havia sido privatizada) realizaram uma greve com ocupação na empresa, que teve grande repercursão internacional, e foi um momento de dimensões históricas na luta de classes no Brasil.
A repressão foi muito dura, e o governo de José Sarney autorizou o Exército a invadir a empresa. No dia 9 de novembro, três operários foram mortos: Augusto Barroso, de 19 anos; Walmir Freitas Monteiro, 27 anos; e William Fernandes Leite, 22 anos - (do Blog Molotov).
Leia mais sobre a greve de 88, aqui

E agora fiquem com mais essa pérola dos Garotos Podres, que cita, além dessas mortes, outras torturas, espancamentos, prisões sem mandados e todos aqueles que sofrem na luta por um mundo mais justo e humano, pois a estes, o futuro pertence.


Aos que habitam / Cortiços e favelas
e mesmo que acordados / pelas sirenes das fábricas
não deixam de sonhar / de ter esperanças
pois o futuro /vos pertence

Pois o futuro vos pertence!

Aos que carregam rosas / Sem temer machucar as mãos
pois seu sangue não é azul / nem verde do Dólar
mas vermelho / da fúria amordaçada
de um grito de liberdade / preso na garganta

Fuzilados da CSN / assassinados no campo
torturados no DEOPS / espancados na greve
A cada passo desta marcha
Camponeses e operários
tombam homens fuzilados
Mas por mais rosas que os poderosos matem
nunca conseguirão deter a Primavera!
Pois o futuro vos pertence!

Nenhum comentário:

Postar um comentário