quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Mães e Avós da Praça de Maio participam de debate na PUC-SP

Mães e Avós da Praça de Maio
participam de debate na PUC-SP

Dia 23 de setembro, às 19h30, no auditório 333, será realizado o evento
“Memória e Verdade: o direito à denúncia do terrorismo de Estado no espaço público”.



As representantes das Abuelas e das Madres de Plaza de Mayo, de Buenos Aires, Argentina, integrantes do Conselho de Gestão do Parque da Memória e Monumento às Vítimas do Terrorismo do Estado, estarão na PUC-SP para falar de suas lutas pelo direito à denúncia do terrorismo de Estado, perpetrado pelas ditaduras na América Latina, particularmente na Argentina.
Será tratada a preservação desta memória destacando a experiência na ocupação de espaços públicos, onde monumentos cumprem a função de rememorar o quanto tais barbáries ceifaram vidas. Alguns familiares de vítimas da ditadura brasileira vão expor a atual conjuntura das lutas pelo direito à memória, à verdade e à justiça, bem como o quanto a ausência de uma justiça de transição tem influído na ação cotidiana do Estado, especialmente no que diz respeito à violação dos direitos humanos das populações pobres e periféricas.
          Convidamos a todos para participarem desta iniciativa, divulgando o evento e comparecendo ao debate que será aberto após a exposição inicial das integrantes da mesa.

Abertura do evento: Vídeo do Parque da Memória.

Mesa: Memória e Verdade: o direito à denúncia do terrorismo de Estado no espaço público.
- Integrantes do Conselho de Gestão do Parque da Memória e Monumento às vitimas do
Terrorismo de Estado.
  • Estela Carlotto - presidente de Abuelas de Plaza de Mayo.
  • Lita Boitano - presidente de Familiares de Desaparecidos y Detenidos por Razones Políticas.
  • Carmen Lapaco - Madres de Plaza de Mayo – Línea Fundadora.
  • Vera Jarach - Madres de Plaza de Mayo – Línea Fundadora.

Pelas comissões em luta pelo reconhecimento do terrorismo de Estado pela ditadura no Brasil.
  • Angela Mendes de Almeida – do Observatório das Violências Policiais–SP.
  • Laura Petit – da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos.

Data: 23 de setembro – 19h30.
Local: Auditório 333 - Prédio Novo - PUC-SP - Rua Monte Alegre, 984, Perdizes.
Fone: 36708511. E-mail: histpos@pucsp.br

Coordenação:
Núcleo de Estudos de História: trabalho, ideologia e poder (NEH:TIPO)
Centro de Estudos da América Latina (CEHAL)
Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC)

APOIO:
APROPUC
AFAPUC
Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos
Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Seguridade e Assistência Social (NEPSAS)
Revista Caros Amigos
***

--
Ousar lutar, ousar vencer
Carlos Lamarca

É preciso não ter medo, é preciso ter a coragem de dizer
Carlos Marighella

Nenhum comentário:

Postar um comentário