sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Ano novo, denovo

Pare agora.
Pensa em tudo isso,
Hoje é dia um. Não um dia qualquer,
É o dia um dos 365 desse ano.
Pode ser um dia qualquer, na verdade ele até é.
Mas... Para. Para e pensa, o mundo está girando,
fazendo o que lhe cabe, a gente espera que ele assim continue.
Mas e a gente?
Continuamos dando voltas ao mundo, cumprindo exclusivamente nossa jornada?
A gente pode fazer diferente.
Precisa fazer diferente.
Em 4 mil milhões de anos nosso planeta tem transladado.
Nosso tempo histórico é mais curto e nossa necessidade mais urgente.
Vamos,
Vamos fazer diferente.

Não... não estou falando da Copa ou das Eleições, bobagem.
Derrubaremos ambas, mas vai ser só o começo.
Tudo que é sólido será desmanchado, tudo que é tradição acabará.
Viveremos em um novo mundo que iremos construir,
enquanto a terra, continuará fazendo seu translado....

(Henrique Castro,
São Paulo, 03/01/2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário